14 novembro 2010

PROPOSTA DE REDAÇÃO



   Com base na gravura, na leitura dos seguintes textos motivadores e nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija um texto dissertativo--argumentativo em norma culta escrita da Língua Portuguesa sobre o seguinte tema: Tráfico de pessoas: um retrocesso social.
   Selecione, organize e relacione, de forma coesa e coerente, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista com proposta social que respeite os direitos humanos.

     O tráfico de pessoas é uma forma moderna de escravidão. As vítimas, geralmente, são mulheres, crianças e adolescentes aliciados no mundo todo, ou para exploração sexual ou para mão-de-obra escrava. Segundo as estimativas globais da ONU, mais de 2 milhões de pessoas são vítimas do tráfico humano a cada ano.
                                                                                                    Fonte: www.ungift.org/brazil - acessado em 17/05/2010.

 
Uma campanha do Ministério da Justiça está nas ruas de dez grandes cidades para alertar contra o tráfico de pessoas, um crime tão grave e lucrativo quanto o tráfico de drogas, embora o grande público ainda não o perceba dessa forma. Além de campanha publicitária e distribuição de folhetos, são divulgadas, em aeroportos, rodoviárias e shoppings, imagens planejadas para causar impacto.

Repressão – Nos últimos 20 anos, a Polícia Federal (PF) instaurou cerca de 800 inquéritos envolvendo o tráfico de pessoas. O aumento no número de casos passou a ser substancial a partir do ano 2000, agravando-se com o passar dos anos e demonstrando claramente – pelo alto
faturamento das quadrilhas – ser um dos males do século XXI. O estado de Goiás desponta como o líder no ranking, com 147 inquéritos – maior do que São Paulo (99). Os números refletem, também, uma ação mais efetiva do governo no combate a essa prática criminosa.
    O combate ao tráfico de pessoas integra os projetos do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), lançado em 2007.
    As ações de propaganda estão previstas para Rio de Janeiro, Recife, São Paulo, Goiânia, Salvador, Fortaleza, Porto Alegre, Belo Horizonte, Brasília e Belém.

Principais vítimas são adolescentes e mulheres
    O tráfico de pessoas é considerado uma das atividades criminosas mais lucrativas do mundo e movimenta US 31,6 bilhões por ano, com um impacto econômico comparável ao tráfico de drogas e de armas. É um crime oportunista, que se aproveita da miséria e da ignorância. A maioria das vítimas está inserida em grupos vulneráveis, que, devido à falta de alternativas de sobrevivência em seus locais de origem e à promessa de melhores salários, se tornam presas ideais.
     Segundo pesquisa do escritório da ONU contra Drogas e Crime (UNODC), realizada em 115 países e publicada em 2009, as principais vítimas brasileiras são adolescentes e mulheres, a maioria, para prostituição.
                                                   

 Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República
 Nº 984 – Brasília, 11 de fevereiro de 2010 – textos adaptados e
 acessados em 17/05/2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário