Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2012

A IMPORTÂNCIA DA RECEITA

Numa pequena cidade do interior do CEARÁ, uma mulher entra em uma farmácia e fala ao farmacêutico:
- Por favor, quero comprar arsênico..
- Mas.... não posso vender isso ASSIM! Qual é a finalidade?
- Matar meu marido!!
- Pra este fim... piorou... não posso vender !!!
A mulher então abre a bolsa e tira uma fotografia do seu marido, na cama, com a mulher do farmacêutico.
- Ah bom!... COM RECEITA É OUTRA COISA.


********************************

GUERRA PERDIDA

Chovia. A menina andava pelas ruas escuras e inquietas de Oświęcim. Seus passos firmes a direcionavam para sua imponente e formosa casa no subúrbio da cidade. Ângela levava as sacolas cheias de mantimentos que havia comprado no Armazém de Herr¹ Zimmermann, o tesoureiro do Nationalsozialistische DAP². Distraída, ela escuta um barulho que vem de uma ruazinha. Para um pouco apreensiva e lentamente se dirige para a origem do ruído. O poste ilumina precariamente um rapaz remexendo as latas de lixo. Ângela fica comovida ao ver um jovem, da sua idade, numa situação tão desumana. Aproxima-se, e por um momento o rapaz tenta fugir, porém sua voz doce o acalma: -Não venho te causar mal ou te delatar. Você está com fome? Posso dar-te pão com schmier³. -Obrigado... Por que você quer me ajudar? -Eu não aprovo o que meu pai vem fazendo, não foi assim que nos ensinaram na Igreja. Vi você e pensei que poderia ajudar... Onde estão seus pais? -Meus pais foram levados pelos soldados alemães para trabalhar. No …

DELÍRIOS DE UMA MENTE CANSADA

   Sabe quando você apaga a última lâmpada da sua casa, seus olhos não se acostumam à escuridão e você sente aquele frio na espinha? Não importa se é criança, adulto ou velho...    Você sempre sente o ar esfriar de repente em profunda escuridão, como se seu sangue gelasse só por estar naquele ambiente sombrio. Quase todas as pessoas deixam a luz do quarto acesae se foca a luz no caminho de volta, outras quando apagam as luzes, caminham rapidamente de volta ao seu quarto, mas poucos olham para trás e observam o que está às suas costas... Você sabe que não tem nada lá atrás, pelo menos é o que você quer acreditar...    Mesmo quando você está deitado, tentando pegar no sono, e ouve barulhos estranhos no porão, no corredor, na cozinha ou mesmo no banheiro, você ignora, tentando raciocinar no que poderia ter causado tais eventos sonoros, como o vento ou algum objeto que caiu pela casa... As crianças têm muito medo disso, porém são criadas para ignorar e acreditar que não há nada de sobrenatura…