Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2016

ETERNIDADE

POR QUE ESSE MEDO TODO DO FIM, SE, APÓS ELE, VOLTAREI A SER O QUE SEMPRE FUI?!



**********************************

O MELHOR DIA DOS PAIS

Não muito feliz, por ser véspera do dia dos pais, em função de ter sido abandonado por tal membro da família, Dr. Vicente Schimeli dedica o seu domingo a um plantão no hospital. Torcia para que nada mais grave acontecesse, para que não precisasse realizar nenhum processo cirúrgico.     Até aquele momento, tudo estava tranquilo, nada de muito grave acontecera. Continuou assim ao longo do dia. Eis que Dr. Vicente percebe um alvoroço com a chegada da ambulância.     
   Então procura saber o que aconteceu. Os paramédicos informaram-lhe que um homem havia sofrido um grave acidente.      
    O homem tinha aproximadamente 60 anos e precisaria de cirurgia urgente, porque as ferragens do carro haviam entrado em seu peito.     Sabendo da situação do homem e da gravidade do acidente, entrou em contato com o centro cirúrgico, com o propósito de ver se já podiam encaminhá-lo para a sala de cirurgia. Uma das enfermeiras o informa pelo telefone:      - Dr. Vicente, o cirurgião do hospital acabou …

FRIEDZ

Friedz
Ruídos. Meus constantes despertadores, ou de tiros, ou gritos, com sorte...trens. Felizmente, refiro-me ao terceiro caso. Mas meu destino não é tão feliz. A janela embaçada. De dentro do trem é evidente o frio que faz lá fora, a pouca vegetação à vista é incrustada com flocos de gelo. Até o clima mostra a desgraça da vida atualmente... digo, sobrevivência. Todos pensávamos que a I Guerra seria a pior guerra de todos os tempos; os conflitos, e as trincheiras... Hoje, no começo do 3º ano da II Guerra; é evidente que não. Não sei o mal que fiz para merecer viver na mesma época do Führer. E pior ainda, ser um “saudável” soldado alemão. - Friederich! - Meu colega me chama, sem muita afeição, tirando-me de meu monólogo interior. Hora do serviço. Hora do trabalho sujo. Ao sair do trem, o ar gelado colide com a minha pele branca. Ariana. Olho ao meu redor e vejo a confusão onde ela me colocou, o destino do trem. Ao ver todas as pessoas aqui, seu nome vem em minha mente. Ben! Saio da multidão…

EXERCÍCIOS - SUBSTANTIVO, ADJETIVO, ARTIGO, NUMERAL E PRONOME