14 novembro 2010

O GALEGO-PORTUGUÊS





Com a acentuação das diferenças entre
os romances peninsulares ocorrida sobretudo
durante o domínio árabe constitui-se, na
região ocidental da Península Ibérica, uma unidade
lingüística que se conservou até meados
do século XIV: o galego-português . Não
é rigoroso o registro de seu nascimento. Provavelmente
existiu desde o século VI, mas os primeiros documentos
conhecidos redigidos integralmente
em galego-português datam do século XIII.
Dessa unidade lingüística surgiria o novo idioma, fruto
de uma diferenciação progressiva entre o galego e o português,
que, acredita-se, culminou no século XIV, quando os
dois se separam definitivamente, passando, assim, a constituir
idiomas independentes.
O português é então adotado oficialmente como o idioma
de Portugal no reinado de D. Afonso Henriques, o primeiro
rei de Portugal, que ocupou o trono de 1143 a 1185.

Nenhum comentário:

Postar um comentário