Pular para o conteúdo principal

EXERCÍCIOS SOBRE VERBO



















1. Observando os três primeiros quadrinhos, pode-se perceber que, no diálogo entre Calvin e sua mãe, uma das formas verbais não condiz com as demais. Trata-se de:
a) Ides.
b) Tenhais.
c) Julgais.
d) Pretendes.
e) Segui.

2. Nos três primeiros quadrinhos da charge acima, a linguagem utilizada é mais formal e, no último, mais informal. Assinale a alternativa que traga, primeiro, uma marca da FORMALIDADE e, depois, uma marca da INFORMALIDADE presentes nos quadrinhos.
a) Vilania; vosso.
b) Vós; você.
c) Estou; você.
d) Tenhais; segui.
e) Notícias; falem.

3. Os verbos “ides” e “tenhais” estão conjugados na 2ª pessoa do plural. Se passarmos os mesmos verbos para a 2ª pessoa do singular, obteremos as seguintes flexões:
a. vais – tendes
b. fostes – tenhai
c. vais – tenhas
d. vai – tenha
e. vades – tende

4. “Se me esqueceres, só uma coisa, esquece-me bem devagarinho.” O verso de Mário Quintana apresenta o verbo “esquecer” flexionado respectivamente no:
a. futuro do pretérito do indicativo e presente do subjuntivo.
b. futuro do subjuntivo e imperativo afirmativo.
c. presente do subjuntivo e presente do indicativo.
d. pretérito perfeito do indicativo e imperativo afirmativo
e. pretérito imperfeito do subjuntivo e presente do indicativo

5. Ainda no poema de Mário Quintana: “Todos estes que aí estão / Atravancando o meu caminho, / Eles passarão./  Eu passarinho!”, sabe-se que o verbo “passarão” está no futuro do presente do modo indicativo porque:
a. o radical do verbo é /pass/
b. a  vogal temática do verbo é /a/
c. a desinência modo-temporal do verbo é /ra/ tônica
d. a desinência número-pessoal é /o/
e. o tema verbal é /passa/

6. ''Fale bem o português do Brasil.''
O verbo fale está no imperativo afirmativo e indica que o ouvinte é você (3ª pessoa do singular). Passando o verbo para o imperativo negativo e conservando a mesma pessoa gramatical, teremos:
a) não fales.
b) não fala.
c) não fale.
d) não falai.
e) não faleis.

7. Ache a forma verbal que não está na 2.ª pessoa do singular:
a) Não sejas preguiçoso!
b) Não vás à reunião!
c) Cumpra essas ordens!
d) Age com prudência e prepara tudo.
e) Não te acanhes de pedir ajuda.

8. Leia com atenção:
I. Pôr, eu ponho, mas e se na hora eu não pôr?
II. Valer eu valho, mas e se na hora eu não valer?
III. Poder eu posso, mas e se na hora eu não poder?
IV. Caber eu caibo, mas e se na hora eu não couber?
Quanto aos verbos, estão corretos os períodos:
a) I e IV
b) II e IV
c) III e IV
d) I, II e IV
e) I, II e III

9. Não se .......... e .......... bem cada palavra que .......... .
a) precipite - pesa - pronunciares
b) precipite - pese - pronunciar
c) precipita - pesa - pronunciar
d) precipita - peses - pronunciares
e) precipite - peses – pronunciar


10. Assinale a frase em que haja erro de conjugação verbal:
a. Se seu pai quiser, dar-lhe-ei este cavalo.
b. Leve tudo que couber na cesta.
c. Faremos a reunião, enquanto as crianças se entretiverem com o filme.
d. Se vocês fazerem barulho, vão atrapalhar o orador.
e. A equipe que trouxer mais livros para doação será a vencedora.

11. Assinale a alternativa que apresenta ERRO de conjugação verbal:
a) Tu te expuseste demais com essa decisão.
b) As respostas abreviam o caminho.
c) Quando te dispuseres a colaborar, o trabalho será concluído.
d) Se você por fé no seu trabalho, alcançará seu objetivo.
e) Ele se entretém com as coisas mais simples.

12. Não está corretamente desmembrado o verbo em seus respectivos morfemas:
a. CANTE/ MOS/ ( tema e desinência número-pessoal)
b. VEND/ E/ RE /I/ ( radical, vogal temática, desinência modo-temporal e desinência -número-pessoal)
c. VENCE / RÁ / S / ( tema, desinência modo-temporal e desinência número-pessoal)
d. PAR/ A / MOS ( radical, vogal temática e desinência número-pessoal)
e. RE/ LE/ RE/ I (prefixo, tema, desinência modo-temporal e desinência número-pessoal)

13. Em relação ao estudo dos morfemas, assinale a alternativa correta:
a. O verbo SUBMETEMOS apresenta desinência modo-temporal.
b. O verbo FALARÁS apresenta os quatro morfemas estruturais do verbo (radical,vogal temática, desinência modo-temporal e desinência número-pessoal )
c. O verbo DAMOS pode ser classificado tanto no presente quanto no pretérito perfeito do indicativo
d. O verbo FALAREI está no futuro, pois a desinência modo-temporal "LA" indica este fenômeno.
e. O verbo DIVIDIMOS não apresenta desinência número-pessoal.

14. Das frases que seguem, uma traz errado emprego de forma verbal. Assinale-a.
a) Cumpre teus deveres e terás a consciência tranquila.
b) Suporta-se com paciência a cólica do próximo.
c) Nada do que se possui com gosto se perde sem desconsolação.
d) Não voltes atrás, pois é fraqueza desistir-se da coisa começada.
e) Dizia Rui Barbosa: "Fazei o que vos manda a consciência, e não fazei o que
    vos convém aos apetites."

15. Preencha as lacunas e assinale a alternativa correspondente:
 Os ouvintes .......................-se de opinar, temendo que se ....................... as criticas e os ânimos não se ............................. .
a) absteram, mantivessem, refazessem
b) absteram, mantessem, refizessem
c) abstiveram, mantivessem, refizessem
d) absteram, mantessem, refazessem
e) abstiveram, mantessem, refizessem

16. Assinale a alternativa que o verbo está conjugado de forma correta na norma culta
a) O juiz não interviu no resultado do jogo.
b) Só um jogador manteu a calma na confusão.
c) Quando seu pai ver seu boletim, vai ficar alegre.
d) Eu requeri transferência para outra escola.
e) Quando ela vir de São Paulo e ver você, vai gostar.

17. Dentre as frases abaixo, assinale a que apresentar erro na flexão dos verbos.
a) Ele não creu em nenhuma das histórias contadas por nós.
b) Quando eu vir seu pai, avisá-lo-ei sobre a dívida.
c) Será muito melhor para todos, se você manter a calma.
d) Eles intervieram em nossa disputa, depois de um tempo.
e) Assim que puserdes a roupa no armário, poderemos sair.

18. Assim eu (quereria) a minha última crônica: que (fosse) pura como esse sorriso." (Fernando Sabino)
Assinale a série em que estão devidamente classificadas as formas verbais dos parênteses.
a) futuro do pretérito do indicativo, presente do subjuntivo
b) pretérito mais-que-perfeito do indicativo, pretérito imperfeito do subjuntivo
c) pretérito mais-que-perfeito, presente do subjuntivo
d) futuro do pretérito do indicativo, pretérito imperfeito do subjuntivo
e) pretérito perfeito do indicativo, futuro do pretérito do indicativo


**************************************************



GABARITO - 1D – 2B – 3C – 4B – 5C6C7C – 8B – 9B – 10D – 11D – 12A – 13B – 14E – 15C – 16D – 17C – 18D

Comentários

  1. Anônimo11:22 AM

    bons exercícios , me ajudaram com a minha prova de português !

    ResponderExcluir
  2. Anônimo2:46 PM

    bons execícios , mas não entendi direito por que errei um .....

    ResponderExcluir
  3. Eu gostaria de saber o pq da um ser D? Poderia me explicar agradeço!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

EXERCÍCIOS - ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS E ADJETIVAS

EXERCÍCIOS SOBRE ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS

01. A opção em que a oração subordinada pode ser considerada adverbial condicional é: a) Desde que o vi, me apaixonei. b) Desde que tenho muito trabalho hoje, não poderei sair. c) Permanecerei aqui, desde que você permaneça. d) Diga-me se a proposta lhe interessa. e) Falou sem que nos convencesse.
02. As orações subordinadas adverbiais assinaladas estão classificadas. assinale a alternativa cuja classificação esteja errada: a) “Nunca chegará ao fim por mais depressa que ande.” (oração subordinada adverbial concessiva) b) “Era tal a serenidade da tarde que se percebia o sino de uma freguesia distante, dobrando a finados.” (oração subordinada adverbial consecutiva). c) Mesmo que faça calor, não poderemos nadar. (oração subordinada adverbial concessiva) d) Ela era tão medrosa, que não saía de casa. (oração subordinada adverbial comparativa) e) Se tudo correr bem, levar-te-ei à Europa. (oração subordinada adverbial condicional)
03. No período: "Era tal a serenidade da tarde, que se percebia o sin…

EXERCÍCIOS - FUNÇÕES DA LINGUAGEM

01. Assinale a alternativa em que a função apelativa da linguagem é a que prevalece: A) Trago no meu peito um sentimento de solidão sem fim... sem fim... B) “Não discuto com o destino o que pintar eu assino.” C) Machado de Assis é um dos maiores escritores brasileiros. D) Conheça você também a obra desse grande mestre. E) Semântica é o estudo da significação das palavras. 02. Identifique a frase em que a função predominante da linguagem é a REFERENCIAL: A) Dona Casemira vivia sozinha com seu cachorrinho. B) Vem, Dudu! C) Pobre Dona Casemira... D) O que ... O que foi que você disse? E) Um cachorro falando? 03. A função metalinguística predomina em todos os fragmentos, exceto em: A) “Amo-te como um bicho simplesmente de um amor sem mistério e sem virtude com um desejo maciço e permanente.” (Vinicius de Morais) B) “Proponho-me a que não seja complexo o que escreverei, embora obrigada a usar as palavras que vos sustentam.” (Clarice Lispector) C) “Não narro…