21 julho 2011

O Bicho ( Manuel Bandeira )



















Vi ontem um bicho
Na imundície do pátio
Catando comida entre os detritos.


Quando achava alguma coisa

Não examinava, nem cheirava
Engolia com voracidade.


O bicho não era um cão.
Não era um rato.

Não era um gato.

O bicho, meu Deus, era um homem.


******************************

Manuel Bandeira - (  Manuel Carneiro de Sousa Bandeira Filho)  nasceu em Recife (PE) em 1886. Em 1917 publicou seu primeiro livro: A Cinza das Horas. O poeta morreu com mais de 80 anos, em 13 de outubro de 1968. A perspectiva da morte foi uma constante em sua poesia.

*****************************

Nenhum comentário:

Postar um comentário