11 dezembro 2010

EMPREGO DOS PORQUÊS

 1. Porque: conjunção; introduz causa, explicação; em geral pode ser trocado por:
pois, tendo em vista que, visto que
Eles resolveram ficar porque estava chovendo muito.
O trabalho poder ser melhorado, principalmente porque ainda faltam seis dias até a entrega.
Haverá uma saída melhor, até porque o rapaz é bastante competente.
Ele fará o serviço só porque você mandou?
Eles resolveram ficar porque estava chovendo muito?
 

2. Porquê: substantivo; único que forma plural; o normal é vir com determinante (artigos, pronomes e numerais); equivale a “motivo”
Ninguém sabia o porquê da briga.
Dê-me um porquê para tamanha confusão.
Lá vem ele e seus demorados porquês.
Dos males, já sabia o porquê, mas prosseguia na mesma rotina.
Muitos porquês ficaram do governo que termina.
 

3. Por que: pronome relativo, equivalente a pelo qual, pela qual, pelos quais, pelas quais ou equivalente a por qual razão.
Era muito conhecida a rua por que (= pela qual) eles passaram.
O livro por que (= pelo qual) você tem preferência é de Machado de Assis.
Considero excelentes as decisões por que (= pelas quais) vocês optaram.
Eram óbvias as razões por que (= pelas quais) ele cochichava.
Os sonhos por que (pelos quais) lutamos nos dão força e inspiração.
Por que (= por qual razão) eles agem sempre assim?
Não me pergunte por que (= por qual razão) eles agem sempre assim.
Queremos saber por que (= por qual razão) ele continua a mentir.
Descubra por que (= por qual razão) houve falha na máquina.




4. Por quê: pronome interrogativo, também equivalente a por qual razão; mas vem seguido por um sinal de pontuação
Você faltou, mas nem me precisa falar por quê. (= por qual razão)
Sem saber direito por quê, ela continuou a gritar. (= por qual razão)
Ele fez isso por quê? (= por qual razão)
Houve atrasos e sabemos por quê: você esqueceu seus compromissos. (= por qual razão)


*************************************************

Nenhum comentário:

Postar um comentário