Pular para o conteúdo principal

LISTA DOS PRINCIPAIS SUPERLATIVOS ABSOLUTOS SINTÉTICOS

ADJETIVO
SUPERLATIVOS
acre
acérrimo
ágil
agilíssimo ou agílimo
agradável
agradabilíssimo
agudo
acutíssimo ou agudíssimo
alto
altíssimo, supremo ou sumo
amável
amabilíssimo
amargo
amaríssimo ou amarguíssimo
amigo
amicíssimo
antigo
antiquíssimo
áspero
aspérrimo
atroz
atrocíssimo
baixo
baixíssimo ou ínfimo
benéfico
beneficentíssimo
benévolo
benevolentíssimo
bom
boníssimo ou ótimo
capaz
capacíssimo
célebre
celebérrimo
cheio
cheíssimo
comum
comuníssimo
cristão
cristianíssimo
cruel
crudelíssimo
difícil
dificílimo
doce
dulcíssimo ou docíssimo
dócil
docílimo ou docilíssimo
eficaz
eficacíssimo
fácil
facílimo
feio
feíssimo
feliz
felicíssimo
feroz
ferocíssimo
fiel
fidelíssimo
frágil
fragílimo ou fragilíssimo
frio
friíssimo ou frigidíssimo
geral
generalíssimo
grande
máximo ou grandíssimo
honorífico
honorificentíssimo
horrível
horribilíssimo
humilde
humílimo ou humildíssimo
inconstitucional
inconstitucionalíssimo
incrível
incredibilíssimo
infiel
infidelíssimo
inimigo
inimicíssimo
íntegro
integérrimo
jovem
juveníssimo
livre
libérrimo
louvável
laudabilíssimo
magnífico
magnificentíssimo
magro
macérrimo ou magérrimo
maléfico
maleficentíssimo
malévolo
malevolentíssimo
manso
mansuetíssimo
mau
péssimo
miserável
miserabilíssimo
mísero
misérrimo
necessário
necessariíssimo
negro
nigérrimo ou negríssimo
nobre
nobilíssimo
normal
normalíssimo
notável
notabilíssimo
original
originalíssimo
pagão
paganíssimo
pequeno
mínimo ou pequeníssimo
pessoal
personalíssimo ou pessoalíssimo
pobre
paupérrimo ou pobríssimo
popular
popularíssimo
precário
precariíssimo
pródigo
prodigalíssimo
próspero
prospérrimo
provável
probabilíssimo
são
saníssimo
sábio
sapientíssimo
sagrado
sacratíssimo
salubre
salubérrimo
senil
senilíssimo
sensível
sensibilíssimo
sério
seriíssimo
simpático
simpaticíssimo
simples
simplíssimo ou simplicíssimo
singular
singularíssimo
soberbo
superbíssimo
tenaz
tenacíssimo
terrível
terribilíssimo
triste
tristíssimo
vão
vaníssimo
velho
vetérrimo
veloz
velocíssimo
visível
visibilíssimo
voraz
voracíssimo
vulgar
vulgaríssimo
vulnerável
vulnerabilíssimo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

EXERCÍCIOS - ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS E ADJETIVAS

EXERCÍCIOS SOBRE ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS

01. A opção em que a oração subordinada pode ser considerada adverbial condicional é: a) Desde que o vi, me apaixonei. b) Desde que tenho muito trabalho hoje, não poderei sair. c) Permanecerei aqui, desde que você permaneça. d) Diga-me se a proposta lhe interessa. e) Falou sem que nos convencesse.
02. As orações subordinadas adverbiais assinaladas estão classificadas. assinale a alternativa cuja classificação esteja errada: a) “Nunca chegará ao fim por mais depressa que ande.” (oração subordinada adverbial concessiva) b) “Era tal a serenidade da tarde que se percebia o sino de uma freguesia distante, dobrando a finados.” (oração subordinada adverbial consecutiva). c) Mesmo que faça calor, não poderemos nadar. (oração subordinada adverbial concessiva) d) Ela era tão medrosa, que não saía de casa. (oração subordinada adverbial comparativa) e) Se tudo correr bem, levar-te-ei à Europa. (oração subordinada adverbial condicional)
03. No período: "Era tal a serenidade da tarde, que se percebia o sin…

EXERCÍCIOS - FUNÇÕES DA LINGUAGEM

01. Assinale a alternativa em que a função apelativa da linguagem é a que prevalece: A) Trago no meu peito um sentimento de solidão sem fim... sem fim... B) “Não discuto com o destino o que pintar eu assino.” C) Machado de Assis é um dos maiores escritores brasileiros. D) Conheça você também a obra desse grande mestre. E) Semântica é o estudo da significação das palavras. 02. Identifique a frase em que a função predominante da linguagem é a REFERENCIAL: A) Dona Casemira vivia sozinha com seu cachorrinho. B) Vem, Dudu! C) Pobre Dona Casemira... D) O que ... O que foi que você disse? E) Um cachorro falando? 03. A função metalinguística predomina em todos os fragmentos, exceto em: A) “Amo-te como um bicho simplesmente de um amor sem mistério e sem virtude com um desejo maciço e permanente.” (Vinicius de Morais) B) “Proponho-me a que não seja complexo o que escreverei, embora obrigada a usar as palavras que vos sustentam.” (Clarice Lispector) C) “Não narro…