28 maio 2014

AUTENTICIDADE


De tanto ter sido sempre a mesma pessoa, 
tornei-me autêntico!

                                               (Maurício Palmeira)

Um comentário: