13 junho 2013

POEMA










gênese II


No princípio era o verbo 

uma vaga voz sem dono 

vagando pela via láctea.


Depois veio o sujeito 

e junto com ele todos 

os erros de concordância.


********************
[Gregório Duvivier]

Nenhum comentário:

Postar um comentário