09 março 2011

ESTUDO DO PREDICADO


Predicado é tudo que se declara do sujeito, ou seja, é tudo que há na frase excluindo-se sujeito.

Ex.: Às vezes, os bons conselhos parecem censura.

Predicado Verbal

O predicado verbal é aquele cujo núcleo possui, obrigatoriamente, um verbo transitivo ou um verbo intransitivo. O verbo é núcleo do predicado quando é nocional, ou seja, quando denota uma ação.

Ex.: Nem todos gostam de gramática.

Observe na frase que o verbo “gostam” evidencia uma ação: o ato de gostar, e diz respeito ao sujeito “nem todos” ao mesmo tempo que é complementado pelo restante do predicado “de gramática”. Uma vez que o núcleo do predicado é o verbo “gostam”, chamamos o predicado de verbal.

Predicado Nominal

No predicado nominal o núcleo do predicado é um nome, cuja função sintática é de predicativo do sujeito.
Predicativo do sujeito é um termo que se liga ao sujeito, dando-lhe significado, atributo, característica ao sujeito ou, ainda, exprime seu estado ou modo de ser. O predicativo é conectado ao sujeito sempre através de um verbo de ligação.

1ª. Com o tempo, alguns alunos tornam-se professores.
2ª. Toda geração parece o avesso da anterior.

Observe na primeira oração que o sujeito “alguns alunos” e o predicativo “ professores” estão conectados pelo verbo de ligação “tornam-se”.

Na segunda frase, pode-se observar o mesmo processo anterior de análise: “Toda geração” (sujeito) e “parece o avesso da anterior” (predicado nominal), ou seja, o predicativo do sujeito “o avesso da anterior” atribui significado ao sujeito através do verbo de ligação (parece). A oração só tem sentido pelo complemento (predicado) “o avesso da anterior”, o qual é, portanto, o núcleo do predicado nominal.

Predicado verbo-nominal

O predicado verbo-nominal possui dois núcleos: um verbo nocional, como vimos no predicado verbal, e um predicativo, que pode referir-se tanto ao sujeito quanto ao verbo.

Ex.: Os bons alunos sempre acham a aula interessante..

Observamos na frase que há dois núcleos: o verbo nocional (acham), ou seja, o sujeito praticou uma ação. No entanto, há uma característica dada ao objeto (a aula) “interessante”, que é, portanto, um predicativo, uma qualidade concedida ao objeto, logo, é o predicativo do objeto.

Outro caso:

Ex.: O bom soldado perde a guerra resignado. O predicado possui um núcleo verbal “perde a guerra” mas também um núcleo nominal “resignado”. Logo, constitui um predicado verbo-nominal.

Macete: Pode-se subentender no predicado verbo-nominal um verbo de ligação:
Ex.: ... perde a guerra ( mas está) resignado.

3 comentários:

  1. Anônimo5:59 PM

    encontre o predicado
    a guerra é desumana e cruel.

    ResponderExcluir
  2. SUJEITO SIMPLES ( A GUERRA )

    PREDICADO NOMINAL ( É DESUMANA E CRUEL. )

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir