Pular para o conteúdo principal

EXERCÍCIOS - SUJEITO


01. Assinale a frase cujo sujeito se classifica do mesmo modo que o da frase “Faz muito calor no Rio o ano inteiro.”
a)  Devia haver mais interesse pela boa formação profissional.
b)  Falaram muito mal dos estimuladores de conflito.
c)  Vive-se bem no clima de montanha.
d)  Almejamos dias melhores.
e)  Haviam chegado cedo todos os candidatos.

02. Assinale a alternativa que tem oração sem sujeito:
a)  Existe um povo que a bandeira empresta.
b)  Embora com atraso, haviam chegado.
c)  Existem flores que devoram insetos.
d)  Alguns de nós ainda tinham esperança de encontrá-lo.
e)  Há de haver recurso desta sentença.

03. Das seguintes orações: “Pede-se silencio.”, “A caverna anoitecia aos poucos.”, “Fazia um calor tremendo naquela tarde.” , o sujeito se classifica respectivamente como:
a)  indeterminado, oração sem sujeito, simples
b) oculto, simples, oração sem sujeito
c) oração sem sujeito, oração sem sujeito, oração sem sujeito
d) oculto, oração sem sujeito, simples
e) simples, simples, oração sem sujeito

04. Em todas as alternativas, o termo em negrito exerce a função de sujeito, exceto em:
a)  Quem sabe de que será capaz a mulher de teu sobrinho?
b)  Raramente se entreve o céu nesse aglomerado de edifícios.
c)  Amanheceu um dia lindo, e por isso todos correram à piscina.
d)  Era somente uma velha, jogada num catre preto de solteiro.
e)  É preciso que haja muita compreensão para com os amigos.

05."Há crianças sem carinho.
Disseram-me a verdade.
Construíram-se represas."

Os sujeitos das orações acima são, respectivamente:

a) oração sem sujeito, indeterminado, simples
b)  indeterminado, desinencial, indeterminado
c)  simples, indeterminado, indeterminado
d)  oração sem sujeito, oração sem sujeito, simples
e)  indeterminado, simples, inexistente


06. Nas orações: “Considera-se a pesquisa reveladora” e “Fala-se muito na pesquisa sobre os jovens”, temos, respectivamente:
a)  sujeito paciente e sujeito agente
b)  sujeito paciente e sujeito indeterminado
c)  sujeito agente e sujeito agente
d)  sujeito indeterminado e sujeito indeterminado
e)  sujeito indeterminado e sujeito paciente

07. Preencha a segunda coluna conforme o código estabelecido na primeira e assinale a alternativa correta de acordo com essa relação.
( 1 ) sujeito determinado simples
( 2 ) sujeito indeterminado
( 3 ) sujeito desinencial (implícito na terminação verbal )
( 4 ) sujeito paciente
( 5 ) oração sem sujeito

(    ) Era um mistério curiosos aquela vida.
(    ) No auge da rebelião, houve um tiroteio entre policiais e bandidos.
(    ) Quando se dispõe de forca interna, vive – se melhor.
(    ) Corrigiram-se os artigos após a última emenda do jornalista.
(    ) Nem quererá despejá-lo imediatamente.

a) 5 – 3 – 2 – 1 – 4                    
b) 5 – 3 – 2 – 4 – 1
c) 1 – 5 – 2 – 4 – 3
d) 1 – 3 – 5 – 2 – 4
e) 1 – 5 – 3 – 2 – 4

08. Dê a soma da(s) alternativa(s) que apresente(m) sujeito indeterminado.
01 – Alugaram-se muitos apartamentos na praia.
02 – Neste estado há muitos desempregados.
04 – Ontem fecharam a loja bem cedo.
08 – Trabalhou-se muito na última eleição.
16 – Espera-se você no próximo feriado.
32 – Duvidou-se de sua palavra.

09. Dê a soma das alternativas em que o sujeito está classificado corretamente:
01 – Nesta fábrica, trabalha-se muito. (sujeito indeterminado)
02 – Não se aceita devolução de produtos. (sujeito indeterminado)
04 – Vieram todos bêbados da festa. (sujeito simples)
08 – Aconteceu um momento de silêncio. (oração sem sujeito)
16 – Crê-se em vocês. (sujeito simples)
32 – Vendeu-se o carro ontem pela manhã.( sujeito simples)

10. Ouviram do Ipiranga as margens plácidas
De um povo heróico brado retumbante...”
O sujeito desta afirmação com que se inicia o Hino Nacional é:
a) indeterminado
b) “um povo heróico”
c) “as margens plácidas”
d) “do Ipiranga”
e) “o brado retumbante"

11. Duas orações abaixo têm sujeito indeterminado. Assinale-as:

I. Projetavam-se avenidas largas.
II. Há alguém esperando você.
III. No meio das exclamações, ouviu-se um risinho de mofa.
IV. Falava-se muito sobre a possibilidade de escalar a montanha.
V. Até isso chegaram a dizer.

a) I e II
b) III e IV
c) IV e V
d) III e V
e) I e V

12. Nas orações a seguir:

I. As chuvas abundantes, pródigas, violentas, fortes anunciavam o verão.
II. Eu e você teremos uma longa conversa.
III. Vendeu-se a própria alma.

O sujeito é, respectivamente:

a) composto, simples, indeterminado
b) composto, composto, simples
c) simples, simples, oculto
d) simples, composto, “a própria alma”
e) composto, simples, “a própria alma”

13. “Quando me procurar o desencanto, eu direi, sereno e confiante, que a vida não foi de todo inútil.”
O sujeito de procurar é:
a) indeterminado
b) eu (oculto)
c) o desencanto
d) me
e)oração sem sujeito

14. Em qual das alternativas existe oração sem sujeito?
a) Houveram-se bem nos estudos.
b) Havia sido aprovado com distinção.
c) Fazia móveis em casa.
d) Bateu quatro horas o relógio.
e) Fazia horas que procuravam uma sombra.

15. Assinale a alternativa em que ocorra sujeito composto:
a. (     ) Deus, Deus, que farei?
b. (     ) Os livros contemplei, os quadros e as outras obras.
c. (     ) Nós, os homens do futuro, venceremos.
d. (     ) Foram João e Maria.
e. (     ) Nesta terra faz muito frio.

Comentários

  1. boa!!!!!!,otimas perguntas vai me ajudar muito na minha prova,mas quero o gabarito tá?!

    ResponderExcluir
  2. Anônimo2:07 PM

    Poste o gabarito por favor!

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. claro. voce acha que nao deve ter gabarito. claro que precisa min ajudou bastante mas precisa de um gabarito ne gente!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

EXERCÍCIOS - ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS E ADJETIVAS

EXERCÍCIOS SOBRE ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS

01. A opção em que a oração subordinada pode ser considerada adverbial condicional é: a) Desde que o vi, me apaixonei. b) Desde que tenho muito trabalho hoje, não poderei sair. c) Permanecerei aqui, desde que você permaneça. d) Diga-me se a proposta lhe interessa. e) Falou sem que nos convencesse.
02. As orações subordinadas adverbiais assinaladas estão classificadas. assinale a alternativa cuja classificação esteja errada: a) “Nunca chegará ao fim por mais depressa que ande.” (oração subordinada adverbial concessiva) b) “Era tal a serenidade da tarde que se percebia o sino de uma freguesia distante, dobrando a finados.” (oração subordinada adverbial consecutiva). c) Mesmo que faça calor, não poderemos nadar. (oração subordinada adverbial concessiva) d) Ela era tão medrosa, que não saía de casa. (oração subordinada adverbial comparativa) e) Se tudo correr bem, levar-te-ei à Europa. (oração subordinada adverbial condicional)
03. No período: "Era tal a serenidade da tarde, que se percebia o sin…

EXERCÍCIOS - FUNÇÕES DA LINGUAGEM

01. Assinale a alternativa em que a função apelativa da linguagem é a que prevalece: A) Trago no meu peito um sentimento de solidão sem fim... sem fim... B) “Não discuto com o destino o que pintar eu assino.” C) Machado de Assis é um dos maiores escritores brasileiros. D) Conheça você também a obra desse grande mestre. E) Semântica é o estudo da significação das palavras. 02. Identifique a frase em que a função predominante da linguagem é a REFERENCIAL: A) Dona Casemira vivia sozinha com seu cachorrinho. B) Vem, Dudu! C) Pobre Dona Casemira... D) O que ... O que foi que você disse? E) Um cachorro falando? 03. A função metalinguística predomina em todos os fragmentos, exceto em: A) “Amo-te como um bicho simplesmente de um amor sem mistério e sem virtude com um desejo maciço e permanente.” (Vinicius de Morais) B) “Proponho-me a que não seja complexo o que escreverei, embora obrigada a usar as palavras que vos sustentam.” (Clarice Lispector) C) “Não narro…