05 dezembro 2010

COMPLEMENTO NOMINAL


O Complemento Nominal é o termo da oração que completa o sentido de um nome, sempre com preposição. Esse "nome" pode ser um substantivo, um adjetivo ou um advérbio.
 Exemplos:
Procuramos despertar no aluno o gosto pelas letras. (substantivo)
A explicação do professor foi benéfica aos alunos. (adjetivo)
O juiz agiu favoravelmente ao réu. (advérbio) 

Representação do Complemento Nominal

O termo que representa o complemento nominal pode ser constituído de uma preposição + um substantivo ou pronome ou numeral ou oração subordinada substantiva completiva nominal.
 Exemplos: 

1. preposição + substantivo:
Foi proibida a venda de fogos.
Meu marido têm paixão por futebol

2. preposição + pronome:
O professor ficou descontente comigo.(= com +eu)
A decisão do diretor foi favorável a eles.
A decisão do diretor foi-lhes favorável. (com pronome átono o
complemento nomina não vem acompanhado de preposição)
3. preposição + numeral:
A decisão do diretor foi favorável aos cinco.
A derrota de um é a tristeza de todos.
4. preposição + oração subordinada substantiva completiva nominal:
Tenho um pressentimento de que tudo vai dar certo.
O medo de que lhe tirasse as filhas trouxe-lhe uma depressão.
nota 1:
Geralmente os 'nomes' (substantivos, adjetivos, advérbios) que são acompanhados de  complemento nominal são deverbais, ou seja, originários de verbos. Portanto, pode-se relacionar a transitividade do verbo com a transitividade do nome que lhe corresponde:
gostar de algo – gosto por algo.
beneficiar alguém – ser benéfico a alguém.
Favorecer – agir favoravelmente a.

************************************************************
 Onde ocorre Complemento Nominal
1. O complemento nominal completa o sentido de substantivo deverbal, origem VTD, se existir valor passivo. Exemplos:
A produção de leite foi abaixo do que se esperava neste ano. (subst deverbal (produzir) = o leite foi produzido - sentido passivo = complemento nomina)
O consumo de drogas cresce nos bairros mais pobres. (subst deverbal (consumir) = drogas foram consumidas - sentido passivo = complemento nomina)

2. O complemento nominal completa o sentido de substantivo deverbal, origem VTDI, se existir valor passivo. Exemplos:
Naquela escola há necessidade de orientações. (completa subst deverbal (necessitar) = orientações são necessárias)
Sempre há necessidade de um bom conselho. (idem idem = um bom conselho é necessário)

3. O complemento nominal completa o sentido de adjetivo. Exemplos:
Faça uma leitura cuidadosa do texto.
Fiquei feliz com a vitória.

4. O complemento nominal completa o sentido de advérbio. Exemplos:
Ele disse não às determinações inflexíveis.
As normas relativamente a esse caso não foram bem claras.

5. O complemento nominal completa o sentido de predicativo.
Exemplos:
Ela é fiel a seus pais.  Fumar é prejudicial à saúde.

**************************************************

Nenhum comentário:

Postar um comentário