05 novembro 2010

CONCORDÂNCIA NOMINAL





Concordância Nominal

Trata da concordância do adjetivo com o substantivo em gênero e número.

Exemplos: Lados opostos
               Quinhentos gramas

Casos Específicos:

1) Adjetivo depois de dois ou mais substantivos:
   O adjetivo irá para o plural (concordância gramatical) ou concordará com o substantivo mais próximo (concordância atrativa).  
           
Camisa e cinto novos.
           
camisa e cinto novo.
           
cinto e camisa novos.
           
cinto e camisa nova.


2) Adjetivo antes de dois ou mais substantivos:
O adjetivo concorda com o substantivo mais próximo.  

Compramos belo vaso e estátua.

Compramos bela estátua e vaso.
* Caso os substantivos sejam nomes próprios, o adjetivo deve ir para o plural:

Conheci os notáveis Jorge Amado e Carlos Drummond.

Ouviremos os ilustres Roberto e Erasmo Carlos.
           
* Ainda ficam no plural adjetivos em frases como:
           
A justiça declarou culpados o réu e a ré.
           
Achei simpáticos o pai e a filha.

3) Dois ou mais adjetivos depois de um substantivo.

a) O substantivo fica no singular e faz se a repetição do artigo.
           
Queimou o dedo indicador e o polegar
Estudo a cultura egípcia e a grega.
           


b) O substantivo fica no plural sem a repetição do artigo.
           
Queimou os dedos indicador e polegar.
           
Estudo as culturas egípcia e grega.
4) Substantivos sinônimos




O adjetivo concorda com o substantivo mais próximo:

           
O furor e a raiva humana.
           
A raiva e o furor humano.


5) Substantivos em gradação

Quando há uma sucessão de substantivos, montando uma sequência, a concordância se faz com o substantivo  mais próximo.
           
A paixão, o zelo, a atenção admirável salvou o paciente.
           
O esforço, a aplicação, a garra notável daquele homem.


6) Concordância da expressão o mais ... possível:

a) Pode-se concordar no singular.


           
Eram médicos o mais dedicados possível.

b) Pode-se concordar no plural:


           
Eram médicos os mais dedicados possíveis.

7) A expressão a olhos vistos é invariável. Exemplos:
           
A empresa progredia a olhos vistos.
           
Nós aprendemos a olhos vistos.

8) São também invariáveis os casos:


 a) Menos - mais amor, menos confiança.

b) Alerta -  Os alunos estão alerta a tudo.

c) Pseudo (falso) - Ela é uma pseudopoetisa.
           
Não somos pseudoartistas.


d) Meio (um pouco) As alunas parecem meio confusas.

e) Bastante (muito) Todos estão bastante animados.

f) Em anexo - As cartas seguem em anexo.

Os documentos vão em anexo.

g) Caro, barato. (ligados ao verbo) - As jóias custam caro.
As cópias sairão barato.
           

* Atente para:
a) meio (metade) - Já é meio-dia e meia.
           
Não use de meias-palavras.

b) bastantes (muitos, muitas)  Já li bastantes livros.

Descansamos bastantes dias.

c) anexo - As cartas seguem anexas.

d) caro, barato (ligados ao nome) As jóias caras foram preservadas.
           
Os livros são baratos.

* Casos de frequentes dúvidas quanto à concordância nominal:
1) Ela diz: muito obrigada.
           
Ele diz: muito obrigado.


2) Elas mesmas fizeram o conserto.
           
Elas fizeram o conserto mesmo.

3) Água é necessário. /
A água é necessária.

4) É proibido entrada. /
É proibida a entrada.

5) Eu estou quite.
/  Nós estamos quites.

**************************************************

Nenhum comentário:

Postar um comentário